Compartilhar:
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://www.kbook.com.br/portfolio/dia
Twitter
SHARE

Dia cansativo. Dia que se guarda num saco e joga no rio. Dia que chove e alaga. Que te deixa em casa. Que para. Que te estira ao sol e te curte até retesar a carne.

Dia que solta peido escondido, mas que fede.

Dia solto, avulso de todas as coisas.

Dia ganho de trabalho suado. Que traz dinheiro para carteira. Que sai logo para comprar o pão na mesa.

Que dia!

Dia que todos lembram de você, para fazer alguma coisa.

Dia de escravo, sem alforria, de corrente escondida.

Dia de escravo, de barriga vazia e cabeça cheia.

Dia, dia, dia.

Quem diria. Acabou.

Virei a noite e era quase meio dia.

Deixe uma resposta