Barba ensopada de sangue – Daniel Galera

postado em: FreeBooks, Quem escreve | 0
Compartilhar:
RSS
Follow by Email
Facebook
Facebook
Google+
http://www.kbook.com.br/freebooks/barba-ensopada-de-sangue-daniel-galera
Twitter
SHARE

O título pode parecer um romance policial, envolvendo tramas homicidas e muita ação. No entanto o livro de Daniel Galera – Barba ensopada de sangue – segue uma narrativa bem distante de crimes em série ou algo do gênero.

Há mortes sim, não muitas, mas importantes. A primeira a do próprio protagonista que é narrada logo no prólogo, depois nos capítulos seguintes a do seu pai, que chama este protagonista para anunciar que vai se matar. Nesta visita ao pai ele descobre a história do avô, a terceira morte, envolvida em um mistério.

Seu avô foi morar em Garopaba, e aparentemente foi morto pela população local. O motivo? Desconhecido, talvez por ele ter um temperamento explosivo, quem sabe?

Durante a conversa com o pai o protagonista recebe uma foto do avô que segundo ele, é bem parecido com o filho.

No início do livro não fica claro a condição especial deste personagem, mas no decorrer da história fica clara a sua condição. Ele sofre de prosopagnosia, que é a incapacidade de reconhecer rostos. Um problema adquirido devido a complicações no parto. Ficou sem oxigenação no cérebro por algum tempo e isto afetou a parte do cérebro responsável pelo reconhecimento de faces.

Esta é a grande sacada do Galera, com esta deficiência, o protagonista, que não tem o nome pronunciado nenhuma vez, precisa fazer descrições precisas das pessoas que encontra, pegando detalhes como uma tatuagem, um jeito de andar, o formato do corpo, e assim conseguir identificar quem está a sua volta.

Estas descrições trazem para nós, leitores, as dificuldades de se conviver com esta deficiência. E o fato do personagem não ter nome reforça ainda mais esta ideia.

Um dos momentos mais importantes, em termos de simbologia, é quando o personagem se muda para Garopaba a procura da verdade sobre o avô e troca a foto que tinha dele mesmo na carteira, pela que ganhou de seu pai.

O personagem começa a viver um mergulho literal na história do seu avô e também em sua própria história. Seus amores e amigos vão e vem e o mistério aos poucos acha a sua solução.

O livro é feito em primeira pessoa, e para descrever fatos que fogem do ponto de vista do protagonista, o autor optou por uma abordagem não muito convencional, ele usa notas de rodapé para narrar estas partes. Não me agradou muito, quebra um pouco o fluxo da leitura.

Em resumo, Barba suja de sangue é um livro que vale à pena ser lido, é muito bem construído e faz jus à fama de Daniel Galera, de um dos melhores escritores brasileiros da atualidade.

Daniel Galera

Daniel Galera nasceu em São Paulo em 13 de Julho de 1979. Escritor e tradutor já produziu quatro livros, além de ter participado de algumas antologias de contos:

  • Meia-Noite e Vinte, Companhia das Letras, 2016;
  • Barba ensopada de sangue, Companhia das Letras, 2012;
  • Cordilheira, Companhia das Letras, 2008;
  • Mãos de Cavalo, Companhia das Letras, 2006;
  • Até o dia em que o cão morreu, editora Livros do Mal, 2003; Companhia das Letras, 2007.

Foi um dos precursores do uso da internet para a literatura, editando e publicando textos em portais e fanzines eletrônicos entre 1997 e 2001. Foi um dos convidados da segunda edição da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), em 2004. Já traduziu 13 livros, predominantemente das novas gerações de autores ingleses e norte-americanos.

Galera cresceu e passou boa parte da vida em Porto Alegre, onde voltou a viver recentemente. Formou-se em publicidade na UFRGS. Foi colunista fixo do fanzine eletrônico CardosOnline, que também revelou Clarah Averbuck e Daniel Pellizzari. Fundou a editora Livros do Mal voltada à nova literatura, junto com dois outros colegas, Daniel Pellizzari e Guilherme Pilla. Falando da sua motivação para fundar a editora, Galera diz: “Nossa vontade era ser lido. Não era vontade de conquistar fama ou de receber convite de uma grande editora.”

Sendo assim. Para os senhores, Barba ensopada de Sangue de Daniel Galera. Boa Leitura!

É só clicar, baixar e ler!

Deixe uma resposta